As 3 fases do climatério e suas características

15/09/2021
As-3-fases-do-climaterio-e-suas-caracteristicas-1200x800.jpg

Você também não sabe a diferença entre climatério e menopausa? E você sabia que o climatério tem três fases, com características distintas? 

Se a sua resposta para estas duas perguntas foi sim, meus parabéns! Mas se você respondeu não a um destes questionamentos, não precisa se preocupar. Assim como você, muitas pessoas desconhecem a forma como o seu organismo funciona e os ciclos pelos quais ele passa ao longo da vida.

Por isso, preparei este artigo para responder a estas duas dúvidas e ajudar você a conhecer melhor o seu corpo e aprender como cuidar dele com carinho e responsabilidade. Boa leitura!

 

Climatério e menopausa: qual a diferença?

Apesar de muita gente achar que são sinônimos, climatério e menopausa são duas coisas bem diferentes. O climatério é o período de transição entre a fase reprodutiva e a fase não reprodutiva da vida da mulher. Inclusive, muitas literaturas médicas substituem o termo climatério e denominam esta fase da vida como “transição menopausal”. 

Desta forma, ele costuma iniciar a partir dos 45 anos e é o momento em que ocorrem os famosos sintomas normalmente atribuídos à menopausa, como as alterações de humor e os fogachos, que são as ondas de calor. 

Por sua vez, a menopausa é o nome dado a uma das fases do climatério e é sinalizada pela última menstruação, que funciona como um marco oficial do fim da idade reprodutiva. 

O que costuma confundir muitas pessoas é que, durante o climatério, é comum que a menstruação ocorra de forma mais espaçada. Ou seja, o ciclo menstrual se torna irregular e você pode ficar meses sem menstruar. 

 

O climatério e suas 3 fases

Agora que você já sabe a diferença entre climatério e menopausa, vamos falar sobre as diferenças entra as três fases do climatério: a perimenopausa, a menopausa e a pós-menopausa. 

  • A perimenopausa

A perimenopausa é a primeira etapa do climatério e antecede a menopausa. É nesta fase que iniciam as mudanças hormonais e biológicas características deste período. 

Para você compreender melhor, é na perimenopausa que começa uma diminuição gradual da quantidade de estrogênio produzido pelos ovários, por exemplo. E é a diminuição do nível deste hormônio que provoca sintomas como a irregularidade da menstruação. 

Com o passar do tempo, a quantidade menor de estrogênio também será responsável pelo surgimento de outros sintomas comuns do período de climatério e menopausa, como as ondas de calor, ganho de peso, alterações de humor, insônia, ressecamento vaginal e queda na libido. 

Não existe uma idade fixa para o início da perimenopausa, mas os primeiros sinais costumam aparecer por volta dos 40 anos. A perimenopausa dura cerca de quatro anos, mas, para algumas mulheres, esta etapa do climatério pode durar meses ou persistir por até dez anos. 

 

  • Menopausa

A menopausa é o marco oficial do fim da fase reprodutiva e se confirma quando ocorrem 12 meses consecutivos sem a presença de menstruação. Nesta fase ocorre o fim da atividade folicular ovariana, ou seja, os ovários produzem uma quantidade tão pequena de estrogênio que a liberação dos óvulos não ocorre mais. 

Só quem pode confirmar a chegada da menopausa é um médico ginecologista. Para isso, ele utiliza de exames clínicos e uma avaliação individual da saúde da paciente. Clique aqui e saiba como funciona esse diagnóstico.

Também não existe uma idade única para a chegada da menopausa. O mais comum é por volta dos 50 anos, mas algumas pessoas podem passar por este estágio mais cedo em função de fatores como histórico familiar de menopausa precoce, ter realizado a remoção do útero, ou ter passado por tratamento contra o câncer. 

A chegada da menopausa não precisa ser sinônimo de sofrimento, como muita gente pensa. Na verdade, é uma fase bastante significativa e pode ser vivida com toda energia e prazer. Clique aqui e saiba quais hábitos ajudam a melhorar a libido na menopausa. 

 

  • Pós-menopausa

Poucas pessoas sabem, mas o climatério não termina na menopausa. Isso porque, no período pós-menopausa, sintomas como as ondas de calor, as alterações de humor, ganho de peso, queda na libido e ressecamento vagina permancem. Inclusive, estes sintomas podem se intensificar nesta fase e algumas pessoas podem senti-los por até dez anos após a menopausa.

Desta forma, é fundamental manter uma rotina saudável durante todo este período, uma vez que várias complicações de saúde estão associadas à pós-menopausa. Um exemplo é a osteoporose, causada pela diminuição da densidade mineral e óssea que ocorre pela deficiência de estrogênio. 

Entender como funcionam as três fases do climatério é bastante importante para amenizar estes sintomas e garantir mais saúde e qualidade de vida ao envelhecer. 

 

Espero que este artigo tenha lhe ajudado a compreender melhor como funcionam o climatério e menopausa. Se você quer saber mais sobre este assunto, entre em contato comigo por aqui.

Você pode conferir mais conteúdos aqui do blog e me acompanhar também no Facebook, no Instagram e no Youtube

Até o próximo artigo!

Dra. Patricia Bretz é Ginecologista, obstetra, especialista em Oncologia Ginecológica, Endometriose, Cirurgia minimamente invasiva, Implantes hormonais e Reprodução humana

Clínica Nova Vitta - 2019. Todos os direitos reservados.