Como reconhecer os sinais da menopausa e amenizar seus sintomas?

05/11/2021
Como-reconhecer-os-sinais-da-menopausa-e-amenizar-seus-sintomas.jpg

A chegada da menopausa pode ser um momento de bastante ansiedade para muitas mulheres. Isso porque não existe uma idade fixa para acontecer, e cada pessoa sente os sintomas de forma diferente. E você, sabe reconhecer os sinais da menopausa?

Neste artigo vou falar um pouco sobre esse momento tão transformador na vida das mulheres, explicar os sinais da menopausa e como lidar com os sintomas com saúde e qualidade de vida. Boa leitura!

 

Os sinais da menopausa

Toda mulher vai passar pela menopausa. Mas, ela pode chegar em diferentes momentos da vida. De forma natural, a menopausa costuma ocorrer entre os 45 e 55 anos. Alguns fatores, no entanto, podem fazer com que a mulher vivencie esse momento mais cedo, como genética, doenças ou intervenções cirúrgicas. 

Apesar de não existir uma idade fixa, o organismo nos dá algumas dicas de que a menopausa pode estar próxima! É a chamada transição menopausal. 

Talvez você nunca tenha visto esse termo na vida, mas aposto que já ouviu falar do climatério, certo? 

Transição menopausal e climatério são dois nomes para a mesma coisa: o período que antecede a chegada da menopausa. Mas qual a diferença entre tudo isso? 

A menopausa é uma das fases do climatério, que é composto também pela pré-menopausa e pela pós-menopausa. Você pode saber mais sobre as três fases do climatério e os seus sintomas clicando aqui.

O fim do ciclo menstrual é o que define a menopausa. Ou seja, consideramos que a menopausa chegou quando há a ausência de menstruação por 12 meses consecutivos. 

 

Climatério: os sinais da menopausa chegando

O climatério é a transição entre a fase reprodutiva e a fase não reprodutiva da vida da mulher. E a menopausa é o marco oficial desta transição, ou seja, depois da menopausa, o corpo não libera mais óvulos e não existe mais ciclo menstrual.

Durante o climatério, a mulher começa a sentir algumas mudanças no corpo e sintomas que são sinais da menopausa. Isso ocorre principalmente pela queda gradual na quantidade de hormônios sexuais produzidos pelo corpo da mulher que inicia neste período. 

 

Você sabe quais são os hormônios sexuais e quais funções eles exercem no seu corpo e na sua saúde? Clique aqui e descubra!

 

  • Menstruação irregular

Um dos principais sintomas de que o corpo está se preparando para a chegada da menopausa é a irregularidade do ciclo menstrual. Ou seja, a menstruação pode falar um mês, não vir por alguns meses ou então pode acontecer até duas vezes no mesmo mês. Essa instabilidade acontece porque a queda nos níveis hormonais impede que os órgãos reprodutores se preparem para uma possível gravidez.  Mas claro que existem exceções e algumas mulheres podem menstruar normalmente até a chegada da menopausa. 

 

  • Mudanças de humor 

Durante o climatério é comum que as mulheres também vivenciam sensações como irritabilidade, ansiedade ou melancolia. Essas oscilações de humor também tem como causa as oscilações hormonais, principalmente do estrogênio e da progesterona, que também atuam no sistema nervoso. 

 

  • Ondas de calor

Os fogachos, também conhecidos como ondas de calor, costumam ser o sinal mais claro da aproximação da menopausa. As ondas de calor iniciam de forma inesperada e atingem geralmente a parte superior do corpo, pescoço e rosto. Além disso, a pele na região também pode ficar avermelhada. Mas as crises geralmente são passageiros e duram entre um e cinco minutos. 

 

  • Alterações no sono e insônia

Além das alterações de humor, a queda no estrogênio também interfere na regulação do sono. Por isso, é possível que o climatério traga dificuldades para dormir. Além disso, as ondas de calor também podem afetar o sono.

 

  • Dificuldades urogenitais

Outro sintoma comum nesta fase da vida, mas pouco comentado, são os alterações urogenitais. Por exemplo, é comum ter dificuldade para esvaziar a bexiga, ou então ter incontinência urinária. Além disso, a mulher fica mais suscetível à infecções na bexiga e na uretra. Por fim, estas alterações afetam ainda a libido, uma vez que as alterações vaginais podem causar ressecamento e desconforto durante as relações sexuais. 

 

Sinais da menopausa: como é feito o diagnóstico?

Alguns sinais da menopausa costumam ser bastante comuns entre as mulheres, como as ondas de calor, por exemplo. Porém, outros sintomas podem ser bastante particulares e há ainda aqueles que podem ser facilmente confundidos com outras alterações corporais ou até com alguma doença.

Desta forma, para confirmar a chegada ao climatério e a aproximação da menopausa, é fundamental consultar um médico ginecologista e realizar alguns exames, conforme orientação do profissional.

Saiba mais sobre como funciona o diagnóstico da menopausa clicando aqui

 

Lidando com os sintomas: é possível viver a menopausa sem sofrimento?

Acredito que, se você leu até aqui, deve estar se fazendo essa pergunta. Afinal, os sinais da menopausa podem parecer bem assustadores. Porém, apesar de ser temida por muitas mulheres, a menopausa não precisa ser sinônimo de algo ruim ou de uma vida sem qualidade. 

Não há como fugir da menopausa, isso é verdade. Mas existem inúmeros recursos para administrar os sintomas e conviver com ela. Entre eles, podemos destacar uma alimentação equilibrada, a prática de atividades físicas com regularidade e a reposição hormonal. 

Quer descobrir como aliviar os sintomas da menopausa e viver este momento de forma leve e tranquila? Então confira o e-book que preparei para você! Clique aqui para baixar de forma gratuita. 

 

Espero que este artigo tenha lhe ajudado a entender os sinais da menopausa e como lidar com os sintomas. Se você quer saber mais sobre este assunto, entre em contato comigo por aqui.

Você pode conferir mais conteúdos aqui do blog e me acompanhar também no Facebook, no Instagram e no Youtube

Até o próximo artigo!

Dra. Patricia Bretz é Ginecologista, obstetra, especialista em Oncologia Ginecológica, Endometriose, Cirurgia minimamente invasiva, Implantes hormonais e Reprodução humana

Clínica Nova Vitta - 2019. Todos os direitos reservados.