Os efeitos negativos do açúcar na saúde íntima da mulher

27/07/2021
Os-efeitos-negativos-do-acucar-na-saude-intima-da-mulher.png

Você sabe qual a relação do açúcar com a saúde íntima feminina? O consumo em excesso de açúcar pode ocasionar uma série de prejuízos à saúde. E quando olhamos para as mulheres, esse consumo reflete até mesmo na saúde íntima, ao propiciar o surgimento ou o agravamento de doenças já existentes, como a SOP e a endometriose. 

Confira o artigo que preparei a seguir e saiba mais sobre como o consumo em excesso de açúcar pode ter efeitos negativos no organismo das mulheres. 

 

Como o açúcar impacta na fertilidade e em doenças como a SOP 

Ao ser consumido em excesso, o açúcar se torna um grande vilão para a saúde de homens e mulheres. No caso delas, este ingrediente comum em tantos alimentos pode influenciar o organismo de diversas formas, o que impacta até mesmo na saúde íntima. 

Entre os efeitos nocivos do excesso de açúcar na saúde íntima feminina, estão alterações hormonais e mudanças no pH vaginal, que podem propiciar o surgimento ou a complicação de doenças como a SOP e a candidíase. Além disso, o açúcar em excesso pode contribuir até mesmo para a infertilidade da mulher.

Para reduzir o impacto do açúcar na saúde do aparelho reprodutor feminino, é fundamental estar atenta à dieta, e evitar ou reduzir a ingestão de alimentos ricos em açúcar, como processados e refinados. Também é importante adotar uma alimentação mais natural, balanceada, e rica  em vitaminas e sais minerais. 

A seguir vou listar alguns exemplos de doenças para as quais uma alimentação com excesso de açúcar pode ser um complicador. 

 

  • Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

A SOP é uma doença que afeta muitas mulheres, mas apesar de comum, pouco se sabe sobre a sua origem. A resposta mais aceita pelos especialistas é que as causas da SOP são uma combinação de fatores genéticos e ambientais, entre eles, a alimentação. 

A SOP é um distúrbio endócrino. Ou seja, ela afeta as glândulas responsáveis pela produção de hormônios que regulam diversas funções corporais, como estresse, sono e reprodução. 

A SOP está associada à resistência à insulina, um hormônio que atua na metabolização da glicose no organismo. Sendo assim, o consumo em excesso de açúcar pode levar os ovários a produzir uma quantidade ainda maior de testosterona e, desta forma, agravar os sintomas.

Saiba mais sobre a SOP, suas causas, sintomas e tratamento no vídeo abaixo.

 

  • Candidíase

A candidíase é outra doença bem conhecida entre as mulheres. Ela causa uma infecção devido a proliferação em excesso de um tipo de fungo. Esse fungo habita a flora vaginal normalmente, porém, se alimenta de glicose para se espalhar pelo organismo. Desta forma, quanto mais açúcar a mulher tiver no sangue, mais chances de desenvolver um quadro de candidíase.

Fique atenta aos sintomas: a candidíase costuma causar coceira, corrimento branco e pastoso, inchaço e vermelhidão na vulva.  O tratamento pode ser feito através de antibióticos, mas precisa ser orientado por um médico ginecologista.

 

Não sabe o que considerar ao escolher um ginecologista? Clique aqui e confira o conteúdo que preparei com dicas para lhe ajudar.

 

  • Endometriose

A endometriose é outra doença bastante conhecida entre as mulheres. Ela se caracteriza pelo crescimento do tecido que reveste as paredes uterinas, chamado de endométrio, fora do útero. Entre os sintomas estão menstruação irregular, dificuldade para engravidar e dores agudas. A endometriose tem tratamento, realizado por meio de medicação e orientado por um ginecologista, mas não tem cura. A alimentação, porém, é um fator muito importante no trato dos sintomas.

Assim como a SOP, não se sabe ao certo as causas da endometriose, mas o consumo de açúcar pode estar relacionado, tanto ao surgimento, como ao agravamento dos sintomas. 

Isso porque o excesso de açúcar contribui para uma sobrecarga tóxica no organismo, o que resulta em uma inflamação crônica. Essa inflamação propicia o surgimento e o agravamento de doenças inflamatórias, como a endometriose. 

 

  • Fertilidade

Segundo estudos, a produção de testosterona e estrogênio pode ser influenciada de forma negativa pelo consumo de açúcar. Estes hormônios são protagonistas no processo de fertilidade feminina. Ou seja, o consumo de açúcar em excesso pode ser associado à dificuldade de engravidar.

Saiba mais sobre o papel da testosterona e do estrogênio na fertilidade feminina clicando aqui.

Além disso, o açúcar aumenta os níveis de insulina no corpo. Quando a quantidade de insulina está maior do que o normal, os ovários são afetados, o que impacta de forma negativa na ovulação. E sem uma ovulação saudável, não é possível uma gravidez. 

 

Espero que este artigo tenha ajudado a compreender a relação entre o consumo em excesso de açúcar e doenças que infelizmente ainda atingem muitas mulheres, como a endometriose e a SOP. 

Se você quer saber mais sobre este assunto, entre em contato comigo por aqui.

Você pode conferir mais conteúdos aqui do blog e me acompanhar também no Facebook, no Instagram e no Youtube

Até o próximo artigo!

Dra. Patricia Bretz é Ginecologista, obstetra, especialista em Oncologia Ginecológica, Endometriose, Cirurgia minimamente invasiva, Implantes hormonais e Reprodução humana

Clínica Nova Vitta - 2019. Todos os direitos reservados.