Osteoporose: por que é mais comum na menopausa?

30/03/2022
Osteoropose-por-que-e-mais-comum-na-menopausa.jpg

A osteoporose é uma doença que acomete muitas pessoas acima dos 50 anos e você pode ficar ainda mais suscetível a ela caso esteja na menopausa.

Osteoporose

Essa doença é conhecida por deixar os seus ossos mais porosos e por isso, mais fáceis de sofrerem fraturas. 

O nosso corpo vive em constante renovação, e isso se aplica também aos nossos ossos. Acontece que, por volta dos 40 anos, a nossa capacidade de renovação diminui. Nesse sentido, as células responsáveis por essa renovação, osteoclastos e os osteoblastos, começam a passar por desequilíbrios na primeira fase da osteoporose.

Osteoporose na menopausa

Durante essa fase, existe uma queda na produção do estrogênio, o hormônio responsável pela fixação do cálcio nos nossos ossos. Isso acontece porque os osteoclastos – responsáveis por eliminar tecido ósseo que deve ser substituído – acabam eliminando mais do que os osteoblastos conseguem repor. E é isso que gera uma maior porosidade dos ossos, deixando eles expostos à fraturas. 

Então, além de estarmos todos suscetíveis aos efeitos da osteoporose, é importante você entender que é durante a menopausa que essa condição fica mais evidente.

LEIA MAIS:  É normal ter enxaqueca durante a menstruação? 

Prevenção é a palavra

A osteoporose não tem cura! Ou seja, o melhor caminho é a adoção de um estilo de vida saudável. Isso porque, quanto melhor você cuidar do seu organismo, menores serão os impactos da osteoporose, e o melhor: leva mais tempo para ela chegar. 

Comer de forma equilibrada, estar com seus exames em dia e praticar alguma atividade física diária são extremamente importantes. E se você busca um atendimento especializado, é só clicar aqui e marcar a sua consulta.

Aqui eu também deixo um vídeo que gravei sobre a dieta na menopausa, dá só uma olhadinha:

Existe uma DIETA IDEAL PARA A MENOPAUSA? | Dra Patricia Bretz

 

Dra. Patricia Bretz é Ginecologista, obstetra, especialista em Oncologia Ginecológica, Endometriose, Cirurgia minimamente invasiva, Implantes hormonais e Reprodução humana

Clínica Nova Vitta - 2019. Todos os direitos reservados.