Quais são os efeitos da pílula do seguinte no corpo?

04/10/2021
Quais-sao-os-efeitos-da-pilula-do-seguinte-no-corpo-1200x675.png

A pílula do dia seguinte é uma espécie de contraceptivo de emergência. Ou seja, ela foi desenvolvida para ser utilizada em situações esporádicas, como quando há falha no uso de outros métodos contraceptivos. Mas você sabe quais são os efeitos da pílula do dia seguinte no seu corpo?

Neste artigo vou falar um pouco sobre como funciona a pílula do dia seguinte. Leia o texto até o fim para saber como este contraceptivo atua no seu corpo e em quais situações é seguro utilizá-lo. Boa leitura!

 

O que é e quais são os efeitos da pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte é um contraceptivo desenvolvido para ser utilizado apenas em casos de emergência. Ou seja, utilizar este método não deve se tornar um hábito, devido aos efeitos da pílula do dia seguinte no corpo.

A pílula do dia seguinte funciona inibindo ou adiando a ovulação, o que dificulta a entrada do espermatozoide no útero e, por consequência, dificulta a fecundação. Ela também pode alterar os níveis hormonais após a ovulação. Porém, a pílula não tem nenhum efeito em uma gravidez já em andamento, ou seja, não causa aborto.

Entre os efeitos da pílula do dia seguinte estão:

  • Menstruação irregular;
  • Sangramento fora do período menstrual;
  • Sensibilidade nos seios;
  • Dor de cabeça;
  • Dor abdominal;
  • Tontura;
  • Cansaço excessivo;
  • Náusea e vômito;
  • Diarreia.

Os efeitos podem ser sentidos tanto nas versões de 1,5 mg (dose única), como nas versões de 0,75 mg (duas doses). 

 

Você sabe como funcionam e qual a importância dos hormônios sexuais? Clique aqui para descobrir! 

 

Quem pode utilizar e quando é seguro fazer uso da pílula do dia seguinte. 

Agora que você conhece os efeitos da pílula do dia seguinte e sabe como ela age no corpo, deve estar se perguntando se é seguro utilizar este método ou se qualquer pessoa pode utilizá-lo.

A pílula do dia seguinte é segura, mas deve ser utilizada apenas de forma esporádica, no caso da falha de outros métodos contraceptivos ou em situações de violência sexual. 

Além disso, não deve ser utilizada durante a gravidez ou amamentação, por homens ou por quem possui alergia a algum dos componentes do medicamento. Também é indicado consultar um ginecologista antes de utilizar a pílula caso você tenha doenças cardiovasculares, pressão alta, obesidade, ou em caso de sangramentos anormais ou de origem desconhecida. 

 

É possível engravidar mesmo depois de tomar a pílula do dia seguinte?

Embora as chances sejam pequenas, existem casos em que a pílula do dia seguinte pode não funcionar e a gestação acontecer. Alguns exemplos são:

  • Existem pílulas do dia seguinte com diferentes composições e cada uma precisa ser utilizada de acordo com as especificações da bula. Por exemplo, algumas precisam ser utilizadas nas primeiras 72 horas após a relação sexual. Estas orientações são fundamentais para que o contraceptivo funcione.
  • O uso de antibióticos ou outros medicamentos também podem interferir nos efeitos da pílula. 
  • No caso de vômito ou diarreia em até quatro horas após o uso da pílula do dia seguinte.
  • Se a ovulação já tiver ocorrido.
  • Se a pílula do dia seguinte já foi utilizada outras vezes no mesmo mês. 

 

Você já ouviu falar em implantes hormonais? Eles podem ser grandes aliados da sua saúde e qualidade de vida. Clique aqui e descubra como funcionam e quem pode usufruir dos seus benefícios. 

 

O que fazer no caso de efeitos colaterais?

Para reduzir as náuseas, o indicado é se alimentar após ingerir a pílula do dia seguinte. Analgésicos podem ser utilizados no caso de dor de cabeça ou abdominal.

Para aliviar a sensibilidade nos seios, é indicado utilizar compressas mornas ou tomar um banho com água morna. Massagear a região também pode ajudar. No caso de diarreia, é importante beber bastante líquido, evitar alimentos gordurosos, leite e ovos, e bebidas alcoólicas. 

 

Espero que este artigo tenha lhe ajudado a compreender melhor os efeitos da pílula do dia seguinte e como é possível utilizá-la com segurança, em caso de emergência. Se você quer saber mais sobre este assunto, entre em contato comigo por aqui.

Você pode conferir mais conteúdos aqui do blog e me acompanhar também no Facebook, no Instagram e no Youtube

Até o próximo artigo!

Dra. Patricia Bretz é Ginecologista, obstetra, especialista em Oncologia Ginecológica, Endometriose, Cirurgia minimamente invasiva, Implantes hormonais e Reprodução humana

Clínica Nova Vitta - 2019. Todos os direitos reservados.